Maricá/RJ,

Lula diz que Vale-Cultura vai possibilitar que pobres tenham ‘acesso à cultura’


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu nesta segunda-feira (27) em seu programa semanal “Café com o presidente” o projeto de lei que cria o Vale-Cultura - proposta que prevê que trabalhadores que ganham ganham até cinco salários mínimos tenham direito a um cartão magnético no valor de R$ 50 mensais que poderão ser gastos em ingressos de cinema, teatro e shows e na compra de livros, CDs e DVDs. Segundo Lula, o projeto visa “criar possibilidades para que as pessoas mais pobres tenham acesso à cultura”.
O presidente disse que, durante o lançamento do projeto, pediu aos artistas presentes que criem um grupo de trabalho para discutir o acesso da população à cultura. Para Lula, é preciso disseminar salas de cinemas e teatros pelas regiões periféricas. “Hoje nós temos sala de cinema no centro das cidades ou em alguns bairros mais importantes você tem nos shoppings, salas de cinema. Mas a periferia, na verdade, você não tem sala de cinema. Então, o povo prefere ficar na frente de uma televisão porque não tem para onde ir”, argumentou.
De acordo com Lula, o Estado precisa “dar uma força” para que as distribuidoras façam com que os filmes cheguem à periferia e a preços acessíveis ao povo. “Nós não podemos ter preços que são praticamente impossíveis de serem pagos pela população” , disse.

Fonte: http://g1.globo.com

Um comentário:

silviaterra disse...

a preparação das mentes atravès
de especialistas em propaganda jà foi vista no nazismo....o Pane et circum se repete. Primeiro o bolsa familia, depois o vale cultura....
Como o Lula jà foi flagrado "abraçando" ditadores como Kadafi. Chaves,et caterva alem de todo tipo de fundamentalistas, e, dà apoio aos poderes mais retrogados aqui e la fora..... acho cedo para acreditar em intenções boas. Embora subjacentes a estas pràticas hà
muitas vantagens para a população...pode tambem haver uma intenção de uma outra ditadura do
proletariado: ao longe vislumbro um
lulakrushev, batendo sapato na ONU, ou em outro encontro de nações.

Comentários recentes

Visitantes recentes

  © Template 'Canteiros Editora' by Patrícia Custódio

Back to TOP